Atualizações do Mês - Março

25.3.16


Hello, calopsitinhas sambantes! Tudo bem no bamba? Vou contar um causo pra vocês: ontem, estava eu sentada de costas para a janela aberta e sinto um vento maravilhoso nas minhas costas (adoro vento), no que até comentei com meu pai: que ventinho gostoso está batendo aqui! Eis que, menos de meia hora depois do acontecido, começo a espirrar feito uma ensandecida e me arrependo amargamente do ventinho nas costas. Bem-vindo outono, bem-vinda rinite, estava com saudades de vocês (só que nunca).


Bem, hoje é o dia do post gigante de atualizações do mês, no qual trago desta vez exatos dez títulos, variados entre filmes, séries e animes. Não vou negar que a quantidade maior de filmes se deve ao sinal aberto do Telecine no início do mês (apesar de não ter conseguido assistir Boxtrolls nem Caminhos da Floresta #chateada). Também tem uma novidade: a partir deste mês, vou adicionar também estrelas ao filmes, classificando-os entre péssimos (★), ruins (★★), regulares (★★★), bons (★★★★) e ótimos (★★★★★), podendo também conter um coraçãozinho ou uma carinha feliz quando ele for mais do que ótimo e uma estrela vazia (☆) indicando meia estrela. Enfim, não vou me estender mais na introdução; peguem seus banquinhos e saiam de mansinho e aproveitem aí. ;)
Another ★★★
Em 1972, um aluno da escola Yomiyama Norte chamado Misaki morre inesperadamente e seus colegas da classe 3-C resolvem continuar o ano letivo fingindo que ele ainda estava presente nas aulas. Porém, acontece algo estranho: a foto da graduação da classe naquele ano mostra um estudante "extra", um fantasma, que seria o Misaki. 26 anos depois, Sakakibara Kouichi se muda para Yomiyama, cidade natal de sua mãe, porque seu pai está viajando a trabalho na Índia. Ele entra para a escola Yomiyama Norte, na classe 3-C, porém acaba perdendo algumas semanas de aula por conta de uma doença. No hospital, os representantes da nova sala de aula vão visitá-lo. Logo antes de receber sua alta, ele conhece também Misaki Mei, uma aluna da mesma escola que foi visitar alguém no hospital. Depois, quando ele finalmente começa a frequentar as aulas, vê que Mei está na mesma sala que ele, porém sua carteira é muito velha e todos os alunos, professores e funcionários agem como se ela não existisse. Ele começa a achar isso bem esquisito e pergunta a alguns alunos da sala por que eles a ignoram, no que recebe respostas como "não se envolva com alguém que não existe". Então, ele acaba descobrindo sobre a maldição da classe 3-C que começou em 1972 e mortes misteriosas começam a acontecer. Essa é a história base deste anime de mistério/terror.
Another entrou no limbo da indiferença pra mim, pois não gostei nem desgostei, foi apenas "meh". Eu já não curto esse gênero meio terror que todo mundo começa a morrer dos jeitos mais bizarros possíveis, quer dizer, qual a graça de ver um monte de gente morrendo? Fora que os personagens não são muito bem explorados, acontece uma explicação rápida sobre a Mei e a irmã dela, e fica por isso mesmo. Enfim, sei lá, não me agradou, mas também não odiei.
Kamisama Hajimemashita ★★★★☆
Nanami é uma garota que acaba ficando sem ter onde morar no dia em que seu pai some por conta de dívidas. Então, ela encontra e salva um homem (Mikage) de um cachorro, que para agradecer a presenteia com o dom de Deus da Terra, oferecendo-a um lugar para morar: o templo que ele abandonou há 20 anos. Então, Nanami passa a morar lá como Deusa da Terra e passa a ser acompanhada do familiar do templo, Tomoe, um youkai que guarda o templo e seu deus. Ele no início duvida e desconfia muito da capacidade de Nanami, mas aos poucos começa a se envolver com ela.
Kamisama é um shoujo fofinho com algumas coisas básicas de shoujo - como uma colegial, um romance e um triângulo amoroso (óbvio que o casal final é Tomoe X Nanami, mas não vamos descartar os sentimentos do Mizuki, né?). O interessante foi que me lembrou muito InuYasha (um dos meus animes favoritos), por conta dos youkais, folclore japonês, idas e vindas ao passado, romance youkai x humana, tem até o fato de Nanami ter uma jóia dentro dela, que era o olho de um deus que foi derrotado por Tomoe há centenas de anos atrás e dado à mulher que ele amava - fazendo-nos concluir que, de repente, Nanami possa ser a reencarnação dessa mulher. Lembrando que ainda não li o mangá, sendo que provavelmente ele deve explicar melhor essas coisas ou desmenti-las (ou a Hina-chan hauhauauhaha). Mas enfim, fora as semelhanças com InuYasha, o anime se torna bom justamente por todos esses elementos, que tornam uma simples história com uma protagonista colegial algo bem mais complexo, cheio de mistérios e até muitas cenas de ação, drama, comédia, romance, enfim, tudo que há direito. É uma pena que o anime fale muito pouco, espero que ainda venham mais temporadas, pois afinal tem muita coisa pra rolar! E sim, vou ler o mangá quando tiver tempo pra poder ver todas essas explicações marotas~
Love Live! ★★★★
O colégio Otonokizaka está prestes a fechar por falta de alunos. Então, uma aluna do segundo ano que ama sua escola, Kousaka Honoka, decide tentar salvar a escola iniciando um clube de School Idols, sabendo que estes são super populares. No início não deu muito certo, mas depois outras garotas se juntaram ao grupo e este passou a fazer bastante sucesso, abrindo assim caminho para que ela possa conquistar seu objetivo de manter a escola aberta e também, posteriormente, participar do Love Live, que é uma competição famosa que reúne os maiores grupos de School Idols do Japão.
Eu assisti Love Live! apenas por conta do School Idol High School, pois pensei: "se o projeto é baseado no anime, vou ficar muito por fora se não assistir". Porém sinceramente não achei que eu fosse gostar. Ainda assim, acabei curtindo, principalmente as animações das danças que são tão bem feitas! <3 Já a história é bem simples e acho que a quantidade grande de personagens principais acabe atrapalhando um pouco o desenvolvimento de todas elas. Também tem aquele fanservice básico, mas nada que incomode. Um ponto bastante positivo da série é que investe no trabalho e objetivo das garotas, portanto não tem romance nem coisas chatinhas de triângulos e polígonos amorosos, o que é bom, pois convenhamos que é muito mais condizente com a vida real, né?
Agora, falando sobre um assunto mais sério, a única coisa que me incomodou bastante no anime é a gordofobia, mostrada em vários episódios, em especial no 7º da segunda temporada. Tipo, a Honoka está "um pouco acima do peso" - coloco entre aspas pois não dá pra ver pelo desenho, por ele ela está super magra, então podiam pelo menos fazer um desenho condizente com essa gordice que eles afirmam que ela tem. Daí ela começa a fazer dieta, mil exercícios, enfim, fazer de tudo para emagrecer, com o argumento (no anime) de que ela é a líder das Idols, por isso não pode ser gorda. Então, ao invés de aproveitar um anime como esse para mandar os gordofóbicos praquele lugar e mostrar, por exemplo, uma personagem que, apesar de gordinha, pode ser uma Idol e viver uma vida normal e ficar tudo bem, obrigada; não! Eles simplesmente incentivam a gordofobia, fazendo com que a personagem faça de tudo para emagrecer (sendo que ela tava super bem de saúde, praticando exercícios regularmente). Enfim, fiquei super chateada com isso, podiam fazer tanta coisa com esse tema e simplesmente o usaram para afirmar ainda mais o conceito do padrãozinho de beleza "magreza extrema" da sociedade.
A Teoria de Tudo ★★★★★♥
O filme trata de uma história que conta a vida do renomado físico Stephen Hawking, focando em seu romance com a estudante de letras Jane, com quem casa e tem três filhos. Porém o foco maior do filme está na superação pela qual ambos precisaram passar - ele, que, ao descobrir a doença da esclerose lateral amiotrófica, havia praticamente desistido da vida sendo erguido por ela, que não desistiu dele em nenhum momento. É baseado na autobiografia escrita por Jane, Travelling to Infinity: My Life with Stephen.
Quer coisa mais linda que um filme sobre o Stephen Hawking? Eu não sei se foram 100% fiéis sobre a vida dele no filme, mas ainda assim é lindo e faz a gente chorar. E eu nem sabia que ele tinha filhos! O que gostei foi da delicadeza com que o filme tratou dos detalhes mais dramáticos, misturando o drama e o humor de uma forma muito bem feita. Mas o melhor de tudo neste filme é, sem dúvida alguma, o ator: Eddie Redmayne (que aliás, acabei de descobrir que é capricorniano, só dizendo) que deu um show de atuação que nem sempre conseguimos ver em alguma obra. E fora, óbvio, o cenário e sotaques ingleses <3
Birdman ou (a inesperada virtude da ignorância) ★★★★★
Riggan Thomson é um ator que fez muito sucesso interpretando um super-herói chamado Birdman nos cinemas. Porém, quando recusou fazer o quarto filme do herói sua carreira decaiu. Agora, ele está montando um espetáculo para a Broadway na busca de um reconhecimento como ator - porém, com todo o caos da pré-estreia da peça, uma estranha voz passa a atormentá-lo dentro de sua cabeça.
Birdman é um filme em que ficamos literalmente sem fôlego ao assistir, porque tudo acontece muito rápido e sem parar, quase não tem cortes e momentos de pausa, então temos que prestar muita atenção e seguir esse ritmo frenético - é como um texto escrito sem pontos finais, digamos assim. No começo, causa uma certa estranheza e a gente demora um pouco pra acostumar, mas devo dizer que o filme é ótimo, principalmente o roteiro e a questão que ele trata. É uma crítica ao cinema ou uma crítica ao teatro? Ou é uma crítica aos críticos? Ou todas essas críticas juntas? Enfim, dá pra pensar sobre muita coisa - fora que ficamos sem saber se o cara tem realmente super-poderes ou se é tudo uma metáfora ou se ele é doido. Bom, juntando tudo isso, devo dizer que gostei bastante do filme vencedor do Oscar de melhor direção ano passado!
Pride ★★★★★
A trama se passa no ano de 1984, em que, durante a Parada Gay em Londres, um grupo ativista de homossexuais decide arrecadar dinheiro em prol da causa dos trabalhadores de minas que estavam em greve. Isso se deve ao fato de que o governo de Margaret Thatcher, na época, estava com um projeto de destruir vinte minas de carvão, causando desemprego de todas aquelas pessoas que só tinham isso para viver. O grupo LGBT+, assim como os mineiros, eram minorias e lutavam constantemente contra o preconceito, o governo e a mídia, por isso decidiram apoiar a causa. Apesar disso, muitos dos mineiros, uma comunidade bem conservadora, não se sentiram muito à vontade com o apoio daquele grupo.
Bom, qualquer filme que fala sobre a luta LGBT+ já me chama a atenção, e este não foi diferente quando vi a sinopse, por acaso. Aliás, não conhecia este episódio histórico da luta deles, mas achei um tema super relevante, visto que temos o preconceito em seu mais alto nível - afinal, pensem num grupo de mineiros do interior da Grã-Bretanha. Né? O mais legal é que ele trata justamente disso: a quebra de muitos paradigmas, a união de grupos tão diferentes por uma causa maior. É um filme comovente e muito bonito, um filme que nos faz querer lutar pelo respeito e pela justiça, sabe?
Blade Runner ★★★★★
Na Terra do século 21, o clima e as cidades estão cada vez mais degradados, por isso é iniciada uma colonização espacial, em que foram criados androides chamados de Replicantes para fazer as tarefas mais pesadas e perigosas no processo de colonização de outros planetas. Os Replicantes são praticamente idênticos aos seres humanos, porém mais fortes e ágeis - com a única limitação de que seu tempo de vida é de quatro anos. Devido a isso, houve um motim no planeta Terra, durante o qual foi criada uma força especial chamada de Blade Runners para caçar e matar os androides rebelados, e depois disso os Replicantes foram proibidos de entrar na Terra. No filme, um grupo de replicantes acaba se rebelando novamente para tentar encontrar seu criador e conseguir aumentar seu tempo de vida. Nisso, o ex-blade runner Deckard precisará voltar à ativa para liquidar os rebeldes.
Acreditem ou não, eu nunca tinha assistido esse filme completo, e finalmente consegui ver este clássico que é o filme favorito do meu pai. O filme é realmente bom e, se formos analisar a tecnologia da época em que foi feito, ele é uma produção maravilhosa: imaginem se fosse feito com a tecnologia de hoje? Enfim, androide não é um tema que eu curto muito, pra dizer a verdade, mas o filme fala justamente desse aspecto Humano X Máquina - mas não a guerra entre os dois, e sim o lado humano que existe nas máquinas e o lado máquina que existe nos humanos. Mais ou menos o tema que vemos em Chobits, por exemplo. E por explorar os personagens de uma forma mais profunda e não apenas focar na ação, ele realmente merece o reconhecimento que tem. Fora os detalhes do cenário que foi criado!
Os Vingadores: A Era de Ultron ★★★☆
Após todas as ameaças e inimigos já enfrentados, Tony Stark decide construir um sistema de inteligência artificial capaz de garantir a paz mundial. Porém, o projeto não sai como o esperado e nasce Ultron, que tem planos obscuros para a humanidade. Para destruí-lo, os Vingadores terão de se unir novamente numa batalha épica.
Pois é, eu ainda não tinha assistido esse último filme dos Vingadores (e já estão pra lançar mais um, que é isso) - preciso admitir que eu não sou uma grande fã desses filmes de HQ. Mas bem, eu assisto pois faz parte e pra não ficar muito boiante nas conversas. Acho que este foi o filme com o vilão mais complicado até agora, e é claro que os efeitos especiais são maravilhosos e blablabla, e é claro que adorei conhecer a família do Gavião Arqueiro; mas fora isso, não tenho muito o que dizer sobre esse filme. Pra mim é como todos os outros baseados em HQ.
How To Get Away With Murder ★★★★★♥
A renomada advogada e professora Annalise Keating contrata um grupo dos cinco melhores alunos do primeiro ano de sua turma de Direito Penal para trabalhar com ela: Connor Walsh, Michaela Pratt, Asher Millstone, Laurel Castillo e Wes Gibbins. Porém, sua vida pessoal não é assim tão perfeita: é casada com o também professor e psicólogo Sam Keating, mas mantém um relacionamento escondido com o detetive Nate Lahey. Porém, acontece um misterioso assassinato na universidade e tanto sua vida profissional quanto pessoal e a de seus alunos começa a entrar em colapso.
Que série é essa, santo Lúcifer? Eu ouvi comentários muito bons sobre ela, mas eu sempre assisto as coisas com expectativa baixa, para não me arrepender depois. Bom, essa foi uma série que eu poderia ter aumentado as minhas expectativas e ainda assim ela iria superá-las! Temos uma professora foda, um grupo de alunos foda (mas bem humanos), um assassinato que só vamos entender quase no final da primeira temporada, e a partir daí nada do que pensamos é real - achamos que é uma coisa, depois descobrimos que é outra, depois voltamos a achar que é a primeira coisa, mas depois aparece uma outra, e por aí vai! E quando a gente descobre o que realmente aconteceu, a gente fica assim: "O_O" Mas aí o que acontece? Outra coisa pra embaralhar nossos cerebelinhos! E o que aprendemos com essa série? Que não podemos confiar em ninguém, nem sequer em nós mesmos. Ainda assim, temos que ser confiáveis aos outros.
Até agora só vi a primeira temporada, mas vamos ver se até o final da série realmente será colocado em prática o "como se safar de um assassinato" ou se o culpado será pego.
Better Call Saul ★★★★
Esta série conta a história de James "Jimmy" McGill, um advogado pouco conceituado em início de carreira, que acabará se tornando o conhecido Saul da série Breaking Bad, portanto temos o foco na história dele a partir de 6 anos antes do início de BB. Jimmy era, quando jovem, um malandro que ganhava dinheiro fácil aplicando golpes nas pessoas, por isso era conhecido como Slippin' Jimmy. Após ser preso e depois solto da prisão graças a seu irmão Chuck, ele decide tomar um rumo na vida e virar advogado, trabalhando honestamente para orgulhar seu irmão, que é sócio de uma grande empresa de advocacia. Mas trabalhar honestamente para ele não será uma tarefa nada fácil...
Eu não gostei muito da série no início, confesso, ela tem um ritmo beeeem lento, mas fui assistindo até o final da primeira temporada porque estava curiosa de saber como o "Slippin' Jimmy" virou o Saul. Ok, já temos um grande desenvolvimento do personagem nesta primeira temporada, mas aparentemente ele ainda está longe de virar o Saul que conhecemos em BB, a não ser pelo fato de ele ter uma conexão com o Mike e é evidente que isso virá a calhar em algum momento. Ainda assim, esses produtores (que são em geral os mesmos de BB, by the way) são muito fodas, então o roteiro e a direção são um show à parte, e eu gosto muito das aberturas com a saturação em 500% mostrando uns closes de objetos nada a ver.

Ufa, acabou-se o que era doce! Um beijo e uma ótima Páscoa pra galerinha (não exagerem nos chocolates)~

19 comentários:

  1. Helo~~~~
    Você parece muito pró usando essas estrelinhas XD
    Eu assisti Another e devo dizer que um dos titulos overrated que tem por aí. Acho que a graça não é tanto nas formas bizarras que as pessoas, mas como tudo acaba num clima de mistério e suspense que você fica sedento por explicações. E aí é que Another peca, porque as explicações são meio muito fracas. Eu, especialmente, achei o final muito meh. Poderia até ter sido algo super legal se o final fosse melhor. Enfim... Se você quiser ainda quiser assistir algo na vibe Another, eu posso te dar recomendações melhores! XD Porque eu adoro esse tipo de anime.
    Não vi Kamisama Hajimemashita nem Love Live por motivos de: falta de paciência. Eu não sei porquê, mas eu sinto que sao titulos que necessitam da minha paciencia e não estou muito afim no momento lol
    Tenho muita vontade de ver Birdman, mas sei lá porque não vi até hoje -qq
    E sobre Pride, eu sabia dessa episódio, mas não sabia da existencia de um filme sobre :OOO

    Respondendo seu comentário~
    Então, o que aconteceu pra eu quase precisar de cirurgia foi meu intestino parar de funcionar do nada D: Dói muito mais do que eu sequer imaginei que tal coisa pudesse doer .-. Mas, eu tô bem agora o/
    Os preços de chocolate na Pascoa é muito absurdo! Eu larguei mão de comprar os paranaues pronto há muito tempo, rola muito mais fazer as coisas em casa. E, o cookies, eu peguei a primeira receita que achei no google lol. Essa aqui pra ser mais exata xD.
    É uma boa pensar na maré de azar assim, tô esperando muita sorte para o futuro entao! xD

    Até o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Huhauahuahuah obrigada xD Mas não é nada de mais, só acho mais simples verificar o quanto eu gostei/desgostei delas pelas estrelinhas.

      Pois é, justamente todas as explicações e o final extremamente meh é que me chatearam em Another, porque ele realmente tinha potencial pra ser um ótimo anime, mas pecou em muita coisa. E olha, com certeza eu quero indicações, já que adoro esse tema de mistério e suspense, por favor! Ficarei muito grata <3

      Bom, eu achei Kamisama e Love Live animes super leves, porém talvez você não tenha paciência justamente por isso, porque não são aquelas histórias que você não consegue desgrudar os olhos da tela querendo saber o próximo capítulo - eles são mais tranquilos pra assistir com calma.

      Pride é muito bom, me surpreendeu viu!

      Nossa, que tenso! Ainda bem que não precisou de cirurgia, ufa! Não consigo nem imaginar >_< Mas fico feliz que esteja tudo bem agora!

      Ah, entendi! Obrigada por passar a receita, irei fazê-la quando me sentir inspirada ao estilo MasterChef -q

      Pode esperar que a sorte virá sim! É só pensar positivo (comigo dá certo hahahaha)

      Bye! o/

      Excluir
  2. Yo, Helô!!!!!!

    Gostei da ideia das estrelinhas, assim fica mais fácil de demonstrar sua opinião, sabe? Não vou mentir, gosto muito dos seus posts de atualização do mês; Porque de vez em quando, eu pego algumas indicações :-D

    》Em relação à Another→ Sabe, eu devo ser muito diferentona mesmo, porque eu curto filmes de terror. Claro, gosto muito mais dos trash's, os bem antigos mesmo, até porque, muitos doa atuais apelam pra muito banho de sangue e pouca história, na maioria das vezes (Os antigos conseguem ser mais bizarros, por assim dizer. Em relação ao Another em si, eu gostei muito mais do mangá, sabe? Claro, são poucas as diferenças em relação ao anime, mas eu gostei mais do mangá. Claro, ainda teve essa coisa dos personagens, mas isso rola até mesmo em filmes de terror, então, posso dizer que nem ligo muito pra isso quando se trata de terror, a menos que se trate de um terror psicológico, aí os personagens precisam ter profundidade.

    》Em relação à Kamisama Hajimemashita→ Cara, eu tô precisando ler esse mangá, sério mesmo! Eu boio muito quando a Hina começa a falar dele, entrar em altos surtos com ele, enfim, eu fiquei muito curiosa, só não leio agora por causa de Noragami e Ayashi no Ceres, mas como estou terminando este último, pode ser que eu dê uma chance ao mangá.

    》Em relação à Love Live→ Bem, eu tive que parar nos primeiros episódios, porque estava com muitos animes para assistir, e ainda estou; Mas cara, é sério isso da gordofobia? Mano, isso é ridículo! Só porque uma menina está no sobrepeso ou um tanto acima não pode ser uma líder de um grupo musical? Não pode se destacar entre as demais e fazer a diferença? Que preconceito é esse? Se for por isso, eu devia ser a menina mais isolada da escola, porque eu sou gordinha sim (Já fui dez vezes mais) e não sou obrigada a me exilar de eventos escolares ou das lideranças de grupos (Teatrais principalmente, que foram os que eu mais participei). Pow, isso é chato, tô até em dúvida aqui se volto a assistir...

    Falando dos filmes, eu também não sou muito chegada a esses filmes de HQ, só quando estes são muito bons em relação a HQ (Por exemplo, V de Vingança), e Os Vingadores não foi das melhores adaptações não, mas a pior de todas mesmo foi a do Demolidor (A série reproduz as coisas bem melhor que o filme).

    Kissus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Lives! o/

      É verdade, também achei muito melhor! Que bom que você pega algumas das minhas indicações, é essa a intenção mesmo ;)

      Huahuahuahuah eu não gosto muito de "terror" terror mesmo, com umas mortes nada a ver e muito sangue, sabe? Eu gosto do mistério, do suspense, gosto quando tem uma boa história e muitas reviravoltas por trás - tipo essa questão dos filmes antigos que você falou. Muito melhor!

      Agora eu to boiando menos em relação a Kamisama, porém o anime ainda não mostrou muita coisa da história, então preciso ler o mangá pra me aprofundar nos entendimentos de qualquer forma hahauhahauha

      Pior que é sério sim isso em Love Live, eu fiquei bem chateada porque ocuparam um episódio inteiro só pra falar disso! Achei que eles poderiam ter sido bem mais representativos dando espaço aos gordinhos, mas nããão, só alimentaram a gordofobia. Eu também já fui gordinha, e já fui magra mas atualmente estou gordinha de novo, então tipo, achei meio ruim isso. Mas se você ignorar isso, pode assistir até o final porque até que é bacana, mas não pode passar despercebido, sabe? Visto que muitas pessoas falam tão bem de Love Live, sendo que ele tem esse ponto negativo.

      AH, tem razão, até me esqueci de V de Vingança, que é maravilhoso! Ainda não vi a série do Demolidor, mas tá na minha lista. Bom, a questão é que acho muito saturado de filmes de HQ, sabe? Lançam mil por ano, sei lá, muita coisa! E isso só porque dá dinheiro, mas que tal se explorassem mais outros aspectos e demorassem mais pra lançar os filmes? Tanto é que esse filme do Batman X Superman que lançaram semana passada parece que tá surpreendendo, eu não tava muito afim de assistir mas talvez assista mais pra frente.

      Bye! o/

      Excluir
  3. Sobre os animes nem posso falar nada, faz eras que não assisto nenhum! Tá, comecei a assistir Psycho-Pass (que tá me surpreendendo) e sempre tem Sailor Moon Crystal para matar as saudades. Falando nisso, não sei se você acompanha, mas ontem saiu o trailer da próxima fase, tão lindo! <3

    E dos filmes, bem, assisti poucos. A verdade é que tenho preguiça de assistir filmes e vejo bem poucos e, quando vejo, é porque me deixaram curiosa o suficiente para tentar. Da sua lista já assisti Birdman (e nem gostei tanto assim) e The Avengers (gosto de filme de herói mais pela folia mesmo, haha).

    Agora sobre HTGAWM, GENTE! A série é incrível, Annalise é maravilhosa e cada plot twist é um tiro no coração. O pessoal responsável pelo roteiro é muito bom no que faz, eu geralmente nunca consigo prever nada, haha! Depois que você chegar na segunda temporada me chama pra conversar, até agora estou passada com o final. D:

    Um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já baixei Psycho-Pass, do qual me falaram muito bem, mas vou assistir mais pra frente. Sailor Moon Crystal não assisti ainda, mas estou com uma certa vontade já que ando bem nostálgica esses dias! Quem sabe eu não assista logo logo? <3

      Poxa, se tem uma coisa que eu não consigo ter preguiça é assistir filmes! Se eu pudesse passava o dia todo só assistindo filmes, aliás maratona de filmes é o que há! Também gosto de séries na mesma proporção, então o que faço é sempre alternar - assisto uns dois capítulos de séries, depois assisto a um filme. E por aí vai.

      HTGAWM é incrível com todas as reviravoltas, chegou um momento que eu nem sabia mais quem eu era, uma loucura! A Annalise é diva demais, Viola Davis lacrando! Eu queria ter uma mente como a desses roteiristas, mas a minha demora pra raciocinar hahahaha Bem, eu só assisto pelo Netflix (quero evitar a fadiga de baixar) então estou esperando ansiosamente pela 2ª temp. ;)

      Beijo!

      Excluir
  4. Yoooo Helo \o/

    MUAHAHAHAHAHAHAHA! Tu já deve saber por onde diabos eu começarei esse meu comentário, néh!? SIM, POR KAMISAMA HAJIMEMASHITA <33333333 GURIA NÃO TÔ CRENDO QUE TU VIU KAMISAMA <3333333 SEGURA OS MEUS FORNINHOS SURTADOS AQUI <3

    Cara, o mais louco de tudo é que eu na primeira vez que vi de relance kamisama, eu pensei que não fosse um anime legal, pensei que fosse algo meio sem graça, PORÉM foi eu assistir ao primeiro episódio e PAH! ROLOU SENTIMENTO NA HORA <3 Eu adoro Kamisama porque ele consegue ser de tudo um pouco: Romance, drama, mistério, comédia e todas essas coisas sem exagero e muito bem mescladas. Sem mencionar a protagonista que é uma das minhas favoritas, pois ela consegue ser extremamente forte, mas super gentil e fofa ao mesmo tempo. Tipo, tem muita gente que diz que a Misaki de kaichou wa maid-sama é a diva das protagonistas shoujo, porém a Nanami tem algo que a Misaki não tem: Sinceridade com os seus próprios sentimentos! A Nanami não tem medo de expor o que sente pelo Tomoe e ao mesmo tempo ela não se torna possessiva, pelo contrário ela dá o espaço necessário para o Tomoe, não sufoca ele e nem nada <3

    Outra coisa interessante é que na primeira temporada tem os sentimentos da nanami e o passado do tomoe sendo explorados, mas na segunda temporada quem vai pensar sobre sentimentos é o tomoe, enquanto que o passado da nanami é mostrado (é como se tivessem trocado de papéis).

    MAS CARA, se tu quer mesmo aproveitar 100% de kamisama tu tem que LER O MANGÁ! TU VAI VER QUE MUITA COISA DESSE ANIME NÃO É BEM COMO A GENTE PENSAVA! Tu vai ver que o primeiro capítulo/episódio de kamisama e que a história da Nanami virar Deusa é algo bem mais objetivo do que coincidência!

    Okks, agora indo para Another: Eu curti o anime, poderiam ter explorado melhor algumas coisas e dado umas explicações melhores, mas ainda assim todo o mistério e como todo mundo parecia ser o "aluno extra" foram muito bons! Sem mencionar no final quando a gente descobre quem era o dito aluno extra! Véi, eu nunca iria acertar aquilo! Me pegou super de surpresa! Mas, dentro do gênero mistério acaba não sendo a minha obra favorita.

    Love Live: Eu num cheguei a ver o anime, até porque eu jurava que fosse algo meio ecchi ou até mesmo hentai '-' Enfim, ele me parece ser algo meio K-On: Garotinhas fofas cheias de estilo batalhando por um sonho, o que acaba não me sendo muito atrativo, pois eu não tenho muita paciência para ver esses animes mais slice of life, sou dessas que ama uma boa treta <3 shaushaushasu

    Sobre os filmes, o único que eu vi foi o dos Vingadores: Eu sou dessas que tem uma queda por HQ, mas que não manja absolutamente nada sobre esse universo! Meu problema é que eu nem sei por onde começar a pesquisar sobre os universos de cada herói de taals! ENFIM, mas ainda assim eu adoro esses filmes de heróis, portanto eu acabei curtindo bastante Vingadores, principalmente naquela cena em que levantam o machado do Thor shaushuashaushuahs, me matei rindo com o povo parado sem saber o que fazer/falar!

    Blade Runner: shausuasuashua cara logo quando eu comecei a ler a sinopse duas coisas me vieram na cabeça: 1) Matrix e 2) CHOBITS O/ (apesar que eu esperava bem mais do final de chobits, sei lá.....Poderiam ter feito uma mega treta cheia de mistérios e taals. Mas, ainda assim foi bem bacanudo).

    Enfim, vou ficando por aqui!
    Ah! E aproveitando o comentário da pessoinha de cima (Thay): Psycho Pass é MUITO BOM! Se tu estiver procurando uma trama mais elaborada cheia de filosofia, uma protagonista feminina com um bom desenvolvimento e super lacrante, um vilão gostosão que sabe o que tá fazendo e que tem toda uma base ideológica para fazer o que faz e ainda por cima um protagonista boy magia sedução, é com certeza o anime certo para tu ver O/ shaushuahsua

    Kiss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heeey Hina-chan! o/

      Claro que seria por Kamisama! HHAHAHAHA EITA GIOVANA! *segurando todos os forninhos*

      É verdade, Kamisama é super cativante logo no início, acho que em grande parte se deve ao fato de a protagonista ser muito boa, ela é forte e muito mais madura do que a galera da idade dela, além de ser super gentil pelo passado dela. Isso é um diferencial mesmo num shoujo! E é verdade, não tinha parado pra pensar nesse aspecto, mas realmente é como se a segunda temporada invertesse e fosse o ponto de vista do Tomoe, enquanto a primeira é o da Nanami! Faz sentido mesmo! E eu vou ler o mangá mesmo, porque eu to muito na curiosidade do que vai acontecer, e agora que sei que tá acabando, posso ler sem medo de ser feliz <3

      Sobre Another, alguns aspectos da história foram bem legais mesmo, na verdade é um anime que tinha um potencial gigante, porém acabou decepcionando por conta desses detalhes que deveriam ser melhor explorados. Eu não conheço muitos animes nesse estilo, então se quiser me recomendar fique à vontade porque eu curto mistério/suspense! o/

      Eu só vi Love Live pelo projetinho lá que estou participando, mas realmente parece ecchi por conta de um monte de minas colegiais e talz; porém não, o que menos tem é esse tipo de coisa. E é mais ou menos isso aí mesmo! Bom, o que mais gostei no anime foram as animações das dancinhas mesmo, que dá vontade de dançar junto -q

      EU TAMBÉM NÃO SEI NADA DE HQ! GENTE, QUE NEGÓCIO COMPLICADO! Tipo, todo mundo fala "ah, o HQ do Homem Aranha é bem melhor" e eu tenho vontade de perguntar "mas onde você lê? Onde compra? Como você sabe por onde começar? Não são milhares de histórias diferentes? E se eu quisesse colecionar, comofas? Comofaaaaas?" Aí parece tão complicado que a preguiça ganha e eu desisto. Mas assim, eu gosto das HQs, porém não gosto dos filmes de HQs (tirando XMen que amo/sou e V de Vingança, que a Lives me mostrou) tipo Vingadores porque acho muito mais do mesmo, sabe?

      Blade Runner é mais Chobits que Matrix, acho que pega no máximo a coisa meio futurista de Matrix. Porém é bem diferente de Chobits também huahuahauha É que Chobits focou totalmente no romance né, aí acabou ficando meio bobinho aquele final, e a gente fica meio "...tá." porque faltaram algumas explicações. Se focassem mais naquele sistema muito louco e em como ele controla todos os robôs, aí sim seria uma história bem tretosa!

      Eu sei, já tive muitas recomendações boas de Psycho-Pass ;_; Até já está baixado no meu pc há um tempão, entretanto estou deixando pra mais pra frente porque agora comecei Noragami 8) Mas é um dos próximos da lista certamente!

      Beijos! o/

      Excluir
    2. "porque agora comecei Noragami" MEU DEUS TODO PODEROSO SENHOR AMADO DAS DIVINDADES, PELOS PODERES DAS PURPURINAS SENSUAIS! EU TÔ TENDO UM ATAQUE MUITO HARDCORE AQUI <3 ME ABRAÇA HELO PORQUE TU FEZ UMA ÓTIMA ESCOLHA NA TUA VIDA <3

      A primeira temporada de Noragami pode ser meio "normalzinha", MAS CONFIA EM MIM E VEJA A SEGUNDA TEMPORADA TAMBÉM! Porque a primeira temporada adaptou bem pouco do mangá, sendo que metade dela é filler! Depois que terminam as tretinhas com o Yukine vem os fillers. MAS A SEGUNDA TEMPORADA DE LONGE ESTÁ ESTRATOSFERICAMENTE LACRANTE! SÉRIO, CHEIA DE MISTÉRIO, ROMANCE, TRETA, DRAMA, TU VAI AMAR ESSA BAGAÇA <3 Na boa, a segunda temporada é perfeita, maravilhosa <3 É onde o circo começa realmente a pegar fogo e onde tudo começa a se conectar!

      Enfim, mas sobre a parada dos animes de mistérios, eu também conheço poucos, mas tem alguns que eu super recomendo: PANDORA HEARTS! SE TU NÃO LEU ESSE MANGÁ, LEIA ELE! É um mangá de mistério MUITO BOM MESMO! Ele faz altas referência a Alice no País das Maravilhas, tem uma pegada meio trevosa E TEM ALTAS REVELAÇÕES BOMBÁSTICAS! O Mistério, personagens e final desse mangá de longe são espetaculares e perfeitos <3 Tu pode montar a teoria mais mirabolante que for, MAS tu não vai conseguir acertar o que diabos tá acontecendo de verdade! Quando eles revelam todo o mistério a pessoa fica um mês digerindo tudo! É SUPER BOM <3 Tem também Kuroshitsuji que agora está entrando num arco que vai dar o que falar! É outro que quando a mangaká resolver revelar tudo será de cair os forninhos.

      Já animes, eu assisti um tempo atrás Gosick, ele é bem bacanudo, tem um romance fofinho e tem um mistério bem bacana. Ah! E tem um curtinho de 12 episódios chamado subete ga f ni naru, eu também achei bem bacanudinho. E por fim tem Darker Than Black, que também foi muito bom. E TEM PSYCHO PASS QUE TAMBÉM TEM UNS MISTÉRIOS, ENTÃO NÉH! HSUASHUASHAUSHUAU, mas okkks continue vendo noragami!

      Enfim, eu acabei surtando novamente, mas foi por uma causa maior U.U shaushuashua

      Kiss

      Excluir
    3. HUAHUAHAUHAUHAHAUHAUHA

      Eu to assistindo, mas eu fiz uma tolice, quando eu ia passar pro episódio 6 de Noragami acabei clicando no ep. 6 do Aragoto sem querer, daí vi altos spoilers sem querer -q Mas tudo bem, porque eu não entendi nada mesmo! Mas estou gostando até agora, o Yato é muito bom <3 E confio em você se diz que a segunda temporada é lacrante!

      Eu já vi o anime de Pandora Hearts há um tempão atrás, porém o mangá não li ainda! Mas pretendo ler sim~ Kuroshitsuji eu já leio o mangá também, mas eu só to acompanhando pelo que tá saindo aqui no Brasil, então ainda não cheguei na parte que o Sebastian tá dançando tipo Idol -qq Mas tô sabendo das tretas! Porém como não gosto muito de ler pelo pc, to esperando o tankobon aqui mesmo <3

      Gosick e Subete Ga F ni Naru não conhecia, mas já colocarei na lista <3 E Darker Than Black, assim como Psycho Pass já estão baixados aqui, esperando a hora de serem assistidos -q

      HuahsuhHSUhuas obrigada pelas indicações <3

      Excluir
  5. Helo! Demorei pra vir comentar, mas li tudinho do seu post. Sobre os nomes: me interessei por Another, mesmo com a sua opinião indiferente sobre a série. Não sei, pela sinopse, a história parece ter algo instigante. Eu já tinha ouvido falar em Kamisama Hajimemashita, mas foi aquela recomendação que eu recebi e fiquei "ok, depois eu assisto" e esse depois nunca veio. Sinto que minha fase de acompanhar animes já passou, mesmo que eu continue gostando desse universo. Os únicos que me propus a assistir agora foi o clássico de Sailor Moon e Bottle Fairy. O vício passa, mas meu gênero favorito continua sendo mahou shoujo. <3

    Sobre os filmes do Oscar, vou fazer a Glória e dizer que não tenho como opinar, pois não assisti. Mas me falaram muito bem de A Teoria de Tudo e vou ver esse, sim. A verdade é que eu tenho muita preguiça de filme. Sou ansiosa e a perspectiva de ficar duas horas assistindo a um filme me deixa muito impaciente, nível formiga na cadeira. Sou muito mais as séries, o que nos leva a: HTGAWM!!! Também assisti à primeira temporada no Netflix no mês passado e essa série me surpreendeu horrores. Amei. Não dá para amar nenhum personage, mas você fica envolvida com a história mesmo assim, é incrível. Sem contar que a atuação da Viola Davis: sublime. Eu coloquei Breaking Bad na minha lista, mas seria melhor assistir Better Call Saul primeiro ou é indiferente? Agora fiquei na dúvida. Ai, odeio quando eles fazem spin-off de séries, porque aí fica muita coisa pra assistir e eu não tenho tempo livre o suficiente, haha. ><

    Espero que a sua Páscoa tenha sido bem generosa!

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. animes* meu deus, acho que tenho um autocorrect embutido em mim (ou me distraí quando minha mãe veio falar comigo).

      Excluir
    2. Yuu! ♥ Hahahaha é normal, eu também cometo uns erros esquisitos às vezes. Another é bom sim, só faltou ser melhor explorado em alguns aspectos! E Sailor Moon Crystal estou pensando em assistir, já que estou nessa vibe nostálgica esses dias.

      A Teoria de Tudo é muito maravilhoso! Eu também falei pra Thay que filme é algo que eu não consigo ter preguiça de ver. E amo séries na mesma proporção, por isso sempre intercalo ambos. HTAWM é maravilhosa, aquela série que você quer assistir sem parar só pra ver o que vai acontecer a seguir (e ninguém consegue prever, acho incrível). Viola Davis lacrou lindamente no papel de Annalise!

      Sobre Breaking Bad e Better Call Saul: assista Breaking Bad primeiro. Acho que se você não conhecer o personagem em Breaking Bad, Better Call Saul não fará nenhum sentido, sabe?

      Ah, a Páscoa foi uma delícia! Espero que a sua tenha sido ótima também. ;)

      Beijos!

      Excluir
  6. Sabe o quê que é triste? Dessa sua lista enorme, eu ainda só vi Kamisama Hajimemashita. Mais triste ainda? Tinha morrido de vontade de comentar no seu top 5 de animes de desporto, mas nem tive tempo para isso - aproveitando a deixa, desse seu post eu não vi Hikaru no Go nem Prince of Tennis, mas já tinha ouvido falar imenso e em contrapartida vi Yowamshi Pedal (que tem uma arte bizarra, mas uma excelente animação para compensar). E eu estive de FÉRIAS! Mas os meus stores não devem saber o quê que essa palavra significa e portanto decidiram mandar imensos trabalhos para serem apresentados logo na primeira semana de aulas, e o pior é que ainda tive de estudar para os exames que estão à porta. Bah. E eu adorei a sua saudação: "Hello, calopsitinhas sambantes! Tudo bem no bamba?" >.<

    Anyway, é bom saber que não é só comigo que acontece esse desinteresse por histórias de terror - suspense ainda é uma coisa, uma intriga interessante com personagens carismáticas pelo meio talvez também me possa atrair, mas mortes bizarras caídas do nada não são mesmo o meu género. Ainda tenciono ver another - já há algum tempo, aliás - porque toda a gente fala disso e quero tirar as minhas próprias conclusões, mas o facto é que não tenho pressa nenhuma para ver.

    Sobre Kamisama, viu as ovas? Porque as ovas explicam tudo muito melhor (eu ainda não vi, mas a Hinata faz questão de lembrar que as ovas existem e estão perfeitas sempre que possível) ;)

    Imagino que Love Live me fosse conquistar da mesma maneira, afinal mesmo que idols não sejam algo que me chame muito a atenção, reconheço que são fofas e não tem como antipatizar com elas. Mas a gordofobia é um problema - embora eu entenda que tenha sido retratada no anime e que a personagem supostamente gorda nem se parecesse com tal pelo design, porque quando na ásia se diz que alguém é gordo, quer-se dizer que não é esquelético. Daí ela provavelemente não ter sido desenhada gorda. Tenho andado cada vez mais a procurar algumas coisas sobre fatphobia, já que decidi investir em informar-me sobre representatividade em geral, e quando me sentir competente a falar do assunto farei até um post sobre tal, mas até lá, quero dedicar-me a aprender a desenhar pessoas gordas. É um começo :) E fico feliz porque as personagens que desenho já não são aqueles hyper modelos altos e magros, têm sempre uma estatura algo mediana e pernas razoavelmente grossas, e isso deixa-me feliz.

    Eu adoraria comentar todos esses filmes e séries que você viu - até porque adorou a maioria deles - mas para além de ainda não ter visto nenhum e ter portanto uma opinião bem abstrata sobre eles até agora, tenho muitos outros blogs para visitar.

    Jaa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Any-chan, que ótimo te ver comentando por aqui! <3

      Olha, tempo é uma coisa difícil de se arranjar mesmo; pra dizer a verdade estou aproveitando agora que estou com mais tempo livre pra colocar tudo em dia, por isso ando vendo bastante coisa! Pois sei que quando começar a trabalhar, aí já era, não vai ter mais nada nas atualizações do mês hahahahahaha

      Não conhecia Yowamshi Pedal, mas vou procurar depois! ;)

      Pois é, eu não consigo ver muita graça nesse tipo de terror, agora suspense é maravilhoso! Another tem uma premissa boa, só faltou explorar alguns pontos, na minha opinião.

      Ainda não vi as ovas de Kamisama! Mas a Hina já comentou comigo, preciso ver! ><

      Pois é, eu sei que no Japão é bem forte essa cultura das meninas serem beeem magrinhas e tal, mas acho que poderiam ter explorado o tema de outra forma. Adoro seus desenhos, eles têm mesmo essa questão mais realista e acho isso muito legal!

      hahahaha espero que consiga assistir a eles no futuro ;)

      Bye!

      Excluir
  7. Eu não assisti nenhum desses filmes, mas pelo menos podemos concordar sobre HTGAWM, eu também estou muito atrasada, não terminei a segunda temporada. É tanta coisa boa pra ler e assistir esse mundo, e pra viver também, que a gente fica meio louca sem saber o que priorizar. Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, não dá tempo mesmo de ver tudo! Tanto é que a minha lista só aumenta, não importa o quanto eu assista. Ah, no caso ainda não assisti a segunda temporada porque não colocaram no Netflix, e como não estou afim de baixar, vou esperar que coloquem lá. Mas que estou ansiosa pra saber o resto, ah, estou! hahaha

      Beijos!

      Excluir
  8. Another eu gostei muito me senti vendo Premonição em anime e gosto bastante desses filmes.
    A era de Ultron sinceramente eu sou uma grande seguidora desses filmes de HQ e essa foi a pior versão de todas do Ultron foi algo muito na coxa sendo sincera, nem se compara ao nível do primeiro filme...

    Eu ja tinha vindo aqui antes, mas nunca parei para ler o comentar... mas ai hoje eu li o sobre ela e achei algo interessante que quase nunca vejo na blogosfera

    Os outros filmes eu realmente não conheço e também não são muito minha praia
    Prazer em te conhecer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah sim, esse tipo de filme já não é muito o que eu curto, prefiro um suspense menos sangrento hahahaha
      Pois então, eu não curto muito filmes de HQ, mas acabo sempre assistindo porque meus amigos me obrigam, então eu sei que esse foi bem fraquinho comparado aos outros.

      Que legal que curtiu meu perfil! ;) Prazer em te conhecer também, fico feliz com a sua visita por aqui! o/

      Excluir

Vai comentar, velhinho? Fico agradicida!
Mas por favor, sem spam ou xingamentos, o resto ta liberado! 8)

Alguns emoticons dywos, use sem moderação:
ಠ◡ಠ . ( ͡° ͜ʖ ͡°) . (ノ・ω・)ノ . (σ≧▽≦)σ . ツ . ¯\_(ツ)_/¯ . (╥﹏╥) . ♥ . ☻ . ✿ . ☮ . ☯ . ® . ™ . ♣ . ✌ . ♪ . ♫