Atualizações do mês - Fevereiro (pt. 2)

25.2.16


E chegamos ao post de atualizações parte dois! Pra quem não sabe, esse mês tinha muita coisa e precisei dividir o post em duas partes - mas a parte de hoje é um pouco menor que a do post passado, não se preocupem. ;) Hoje falarei sobre os filmes e livros (só um) dos quais desfrutei este mês, apesar de ter uma série-documentário no meio (é que na verdade assisti nos últimos três dias; bem, não interessa). Ainda coloquei lá no final do post umas plaquinhas e prêmios que ganhei nas últimas semanas, porque sim. As atualizações deste mês estão super sambantes, então eu recomendo tudo isso aqui, sério mesmo! <3


Ponyo - Uma amizade que veio do mar

Eu assisti esse filme enquanto estava passando roupa (sim, sou dessas) e me apaixonei! Primeiro, devo dizer que amei a animação, mas não dá pra esperar menos de um filme do estúdio Ghibli, certo? Segundo, amei a trilha sonora, principalmente aquela música do início que é lindíssima. E terceiro, amei a história meio surreal (que não preciso nem mencionar que é a cara do estúdio Ghibli) sobre um peixe-dourado fêmea com poderes mágicos que é encontrada por um menininho de 5 anos - a mesma idade da peixinha - chamado Sousuke, que a nomeia de Ponyo. Ela gosta tanto do menino que quer virar humana para ficar ao lado dele - e ela realmente consegue, por ter muito poder. Mas há uma certa lei da natureza que traz algumas condições para que Ponyo se torne humana, e aí só assistindo pra saber como a história se desenrola.

Eu sinceramente amo muito os filmes do estúdio Ghibli, porque não são só simples animações com histórias surreais, mas principalmente histórias com uma profundidade muito grande que sempre tem algo a ensinar. E ainda por cima feitos de maneira belíssima, esse filme dá um show de arte, sério mesmo! É muito bonito. Ao assisti-lo, a gente para pra pensar sobre a natureza, sobre o amor puro e inocente que as crianças possuem, sobre amizade e força de vontade. Com certeza vale muito a pena assisti-lo, porque olha, acho que nunca assisti tão despretensiosamente um filme tão bom. <3
A Mansão mágica

Novamente, uma animação para animar a nossa listinha marota. Este filme é bem simples, trata-se de um gatinho (já deu pra ver por que eu assisti, né?) que é abandonado e acaba entrando numa mansão um tanto esquisita - mas acaba sendo expulso por um rato e um coelho que lá moravam e não gostaram do intruso. Contudo, ele entra novamente na mansão e consegue se aproximar do proprietário, que é um velho mágico, e este o acolhe. Ainda assim, o coelho e a ratinha vivem tentando expulsar o coitado do gato de lá. Mas o ponto principal da trama é o sobrinho do mágico, que quer vender a casa a todo custo e os amigos do mágico (vulgo robôs, brinquedos e animais) tentarão impedi-lo. O desfecho da história, só assistindo pra saber! :)

De qualquer forma, achei a animação deste filme sensacional, principalmente naquele início em que temos a visão do gato, um 3D super empolgante e bem-feito - e os amiguinhos do mágico também são uns amores (tirando o coelho que tem umas atitudes completamente desnecessárias). Bem, é um filme infantil, mas se você está querendo desopilar, eu recomendo! E sim, tem no Netflix, abigos ;)
Divertida Mente

Este foi um dos melhores filmes que assisti nos últimos tempos! Trata-se de uma menina, Riley, filha única de um casal que mora em Minnesota, USA, mas acabam se mudando para São Francisco e a jovem garota precisa se adaptar ao novo local. O interessante do filme, porém, não é essa parte da trama, mas sim o fato de que somos apresentados ao cérebro de Riley, o qual é comandado pelos sentimentos personificados - ou seja, há a alegria, a tristeza, o medo, a raiva, o nojo, cada um influenciando suas ideias e atitudes. O grande problema é que, um dia, a alegria e a tristeza acabam se perdendo, ou seja, Riley passa a ser comandada apenas por sentimentos como raiva, medo e nojo enquanto os dois sentimentos mais importantes não retornam para harmonizar o local.

Apesar de ser uma animação, este filme não é nem um pouco infantil, aliás acho bem difícil uma criança entender completamente, afinal é um assunto um tanto complexo - principalmente no final, ~spoiler~ em que a alegria e a tristeza descobrem que, juntas, podem criar novos sentimentos ~spoiler~. Nos faz refletir sobre nosso humor e personalidade, sobre a importância da família e das memórias afetivas que criamos, sobre o fato de que podemos nos permitir sentir tristes às vezes, sobre as mudanças da infância para a adolescência, sobre a diferença de pensamentos entre crianças e adultos (podem reparar como são diferentes as salas de comando dos adultos e das crianças). Fora que acabamos nos apaixonando pela Riley e principalmente pelos sentimentos, né? A tristeza em especial é um amorzinho! Enfim, é difícil dizer algo ruim deste filme, é difícil também sintetizar o que ele representa, mas recomendo fortemente que assistam, pois é nota 10! Fora que chorei pakas, só dizendo </3
Star Wars VII: O Despertar da Força

E eis que finalmente assisto o novo filme da saga Star Wars - e de forma lacradora, logo no Imax 3D pra aproveitar o máximo dessa divosidade de filme que eu não poderia perder de jeito nenhum! E de quebra ainda fui sem ver nenhum tipo de spoiler, aliás nem sabia sobre o que se tratava a história, pois queria realmente passar por essa experiência dessa forma (pensem numa pessoa que ama Star Wars).

Bem, a história deste último filme se passa alguns anos (uns 30) depois do fim do último filme. Luke está desaparecido e agora existe no universo uma organização chamada Primeira Ordem que visa reaver o Império Galáctico e luta contra a Resistência, comandada pela princesa Leia. Então somos apresentados aos novos personagens Rey e Finn, a primeira uma catadora de lixo de Jakku que encontra um androide da resistência, BB-8, e o segundo um stormtrooper desertor da Primeira Ordem que passa a ajudá-la. Também temos Poe (delicinha, sedução), um integrante da Resistência que estava com o androide BB-8, tencionando levá-lo à base da resistência pois este androide continha o mapa para encontrar Luke Skywalker. Não quero falar muito mais sobre a trama para não dar spoilers, mas saibam que achei muito legal, uma história promissora que tem tudo para ser desenvolvida super bem.

E além dos personagens novos que são amorzinhos, temos os antigos que estão velhos, mas foi super legal vê-los na tela, como Leia e Luke e o Han Solo perfeição! <3 Os efeitos especiais estão magníficos, como não poderia deixar de ser; temos momentos engraçados, momentos de drama, momentos épicos. Bem, é claro que algumas coisas mudaram pois o estúdio e o diretor não são mais os mesmos, mas há também a sorte de ser uma história nova, então sinceramente não teve nada que me incomodou. Recomendo strongmente que assistam!
A Caça

A Caça é um filme dinamarquês que conta a história de um professor de jardim de infância, Lucas, que está recomeçando a vida após um divórcio complicado no qual perdeu a guarda do filho. Um dia, porém, uma das crianças da escolinha, Klara, diz ter visto as partes íntimas de Lucas - uma confissão falsa e sem muita noção, que fez apenas porque estava brava com o professor que a rejeitou um uma paixão infantil. A ideia de falar das partes íntimas dele veio a ela provavelmente porque seu irmão mais velho lhe mostrou alguns minutos de um vídeo pornográfico, de brincadeira (sim, uma brincadeira muito idiota). E então, isso vira caso de polícia e toda a comunidade fica contra Lucas, mesmo após ser comprovado que ele não havia feito aquilo.

Bem, esse é um filme muito bom, mas que dá uma certa raiva ao assistir, porque vemos o ponto de vista do acusado, do suposto pedófilo, e sabemos que ele é inocente, então é quase como se estivessem acusando um amigo ou parente nosso, é muito injusto. Claro que, se for pensar no ponto de vista dos pais de Klara, por exemplo, é compreensível que tenham agido daquela forma e provavelmente também agiríamos assim. Mas uma das questões que o filme trata é de que sempre tendemos a acreditar nas crianças, independente das circunstâncias, o que pode ser perigoso. Afinal quantos casos existem de crianças (e adultos!) que inventaram histórias que poderiam se transformar em potenciais crimes? Existem vários por aí. Bem, o tema é bem forte e muito bem explorado, com uma narrativa que consegue nos prender e nos passar todo o sentimento de injustiça e esse mal-estar de uma acusação que pode acabar com a vida de uma pessoa.
Making a Murderer

Parece até que foi de propósito que assisti duas produções com o tema tão parecido, mas a verdade é que foi pura coincidência e comecei a pensar que talvez as leis que regem o universo trabalhem de forma engraçada. Mas nada disso importa, vou dizer sobre o que se trata Making a Murderer: é uma série-documentário de 10 episódios que conta a história real de Steven Avery, um cidadão do condado de Manitowoc, Winsconsin, EUA que foi preso em 1985 acusado de estupro, crime que ele não cometeu. Apesar de ser inocente, ele ficou fucking DEZOITO anos preso até que, com as novas tecnologias forenses, foi provado que o DNA encontrado na mulher não eram dele, mas sim do verdadeiro estuprador (que inclusive cometeu vários assédios com outras vítimas após a prisão de Steven). Mas isso é só o início do documentário - ele trata de fato sobre o que ocorreu dois anos após Steven ser solto: em 2005, acontece um assassinato de uma jovem fotógrafa, Teresa Halbach, e Steven Avery é o acusado deste crime. Então, ele é novamente preso e vai fazer de tudo para provar sua inocência.

O resto da história, só assistindo para saber (ou procurando notícias no google, mas aí perde a graça né hahahaha). Enfim, o documentário é interessante porque nos faz questionar o sistema judiciário e o poder que o governo e as autoridades têm, enquanto nós, meros mortais, não temos chance alguma sequer de nos defender se somos acusados de algo. É claro que no Brasil a falha na justiça é mais conhecida e existe aquela velha frase "A Justiça é Cega", mas se analisarmos o caso específico de Steven Avery, simplesmente ficamos inconformados com tamanhas atrocidades e falsidades cometidas por parte das autoridades, simplesmente por não gostarem do cara. Se ele é inocente ou não, na verdade nem importa, o ponto que o documentário nos mostra é justamente a falha e a corrupção da polícia e da justiça, e é por isso que o doc vale ser assistido.
Contos de Machado de Assis
Não é nenhum segredo que eu adoro Machado de Assis, apesar de ter lido poucas coisas dele até agora (creio que Dom Casmurro, Memórias Póstumas de Brás Cubas, Contos da Meia Noite e alguns outros contos avulsos). Mas, este livro compilou alguns dos melhores contos machadianos, entre eles Um Apólogo, A Cartomante, Felicidade Pelo Casamento, Missa do Galo, etc. É um melhor que o outro (apesar dos meus favoritos serem Um Apólogo e A Cartomante) e considero uma leitura indispensável. Adoro o jeito que Machado escreve, sempre com ironia, sempre conversando com o leitor, sempre falando da sociedade de sua época e da reflexão humana a partir de algo banal. A maneira como ele descreve alguns gestos, olhares, sentimentos, é uma leitura muito gostosa.

Também gostei do livro por trazer uma biografia bem objetiva e completinha do autor, ajudando-nos a conhecer um pouco mais sobre ele. Aliás, na minha versão tem também várias anotações, acho que foi algum livro que minha irmã estudou no curso de letras HAUHAUAH
Les Premiações
Aqui venho apenas ostentar algumas plaquinhas/awards/etc que ganhei de umas calopsitinhas lindas esses tempos, em especial uma plaquinha de aniversário da Any-chan que me deixou muito lisonjeada ;_; Obrigada também à Ren pelos awards do Magical Awards, pelas plaquinhas lindas da Shana no Emotion Contest e pela primeira plaquinha ganha no Onigiri Quase Prédio. <3


Um beijo pra quem fica e aproveitem esse finzinho de mês ;*

12 comentários:

  1. Yo, tia Helô!

    Manow, a única série que eu tô assistindo atualmente é Fringe ♥ É uma série de ficção científica muuuuuito da viajada, mas é muito massa, fora que tem direito a shipp canon, você crê? É muito boa, não sei se você curte séries assim, mas se gostar, super recomendo; A série é uma aula de química e física misturada com teoria de conspiração científica (tipo coisa de outra dimensão, sabe? ). Mano, eu ainda não assisti esse filme do Star Wars, mas eu tô ansiosa pra ver mesmo eu sabendo que Han Solo morre...uma criatura maldita me contou esse spoiler.

    Cara, esses filmes de casos policiais são MUITO FODAS sabe? Tenho que tirar um tempinho pra ler esses livros do gênero.

    Helô...chega humilhou aí cara...até a próxima encarnação (BRINCADEIRA) Mano, eu vejo essas plaquinhas assim me dá uma vontade enorme de voltar a postar...Afe...Eu sem o blog fico com ar de peru sem saber o que fazer...

    Enfim, bye ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yoo!

      Eu assisti um pouco de Fringe, acho que a primeira temporada só... Mas aí não finalizei. Mas o assunto é bem bacana mesmo! Puts, você recebeu o pior spoiler do filme do Star Wars! Que maldição D:

      Eu também adoro esse tipo de filme! <3

      HuhaUASHuhasHUA ah, é verdade, muito triste ficar sem poder postar ;_; Espero que você consiga voltar logo, principalmente com aquele post sedutor de Hakuouki que eu to no aguardo <3

      Excluir
  2. Oi Helo. Ponyo song é um amorzinhoooo dá vontade de ficar balançando a cabeça de um lado pro outro (aliás é o que estou fazendo agr, ouvindo ~). Por acaso você já assistiu the song of the sea? Acho que pode ser uma animação que você vai gostar (principalmente por causa dos traços, que são uma obra de arte também)
    Eu chorei em Divertida Mente também :'( mto nostálgico. Na hora em q [Spoiler Spoiler Spoiler ............

    ... Spoiler] o amigo imaginário dela desaparece nas memórias então? MANO eles mexeram e fizeram omelete com os meus feels D: pqp
    [ No more Spoiler]

    Da sua listinha fiquei afim msm de ver Ponyo. A caça e Making a Murderer são os tipos de história das quais eu gosto de manter distância (O conde de Monte Cristo já foi revolta e pena demais)
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooi Nanda! Sim, essa música é muito boa <3 Ainda não assisti Song of The Sea, mas pelo que você disse parece ser muito bom! Vou conferir!
      E mano, essa parte de Divertida Mente fez uma bolinha de papel com meus feels e jogou no lixo e pisoteou, muito triste D:
      Hahahaha esses dois filmes tem uma trama bem revoltante mesmo, nem sei por que eu assisti, mas até que valeu a pena.
      Beijos!

      Excluir
  3. Helo~~
    Ah, Ponyo é puro amor! <3 Não tem como não curtir Ponyo! Eu, não sei pq, tinha o dvd do filme, e já assisti milhares de vezes em casa lol. Adoro o tom surreal dos filmes do estúdio Ghibli~
    Já faz um tempo que estou querendo assistir Divertida Mente. Com você falando isso no post só reforça minha ideia de que eu tenho que ver mesmo ;D. Juro que qualquer dia desses assisto, apesar de eu ter muita preguiça pra filmes -q
    Sabe que eu não assisti Star Wars até agora?? lol Eu sei lá, mas não consigo ficar muito empolgada com essas coisas. Mesmo eu tendo assistido todos os outros filmes.
    Fiquei com muita vontade de ver esse A Caça que você colocou aí. Digo o mesmo de Making a Murderer. Parece o tipo de coisa que eu vou gostar de assistir~
    Helo esbanjando todas as plaquinhas ~~\o/. Ah, as plaquinhas da Shana são tão bonitas <3

    Até mais, Helo o/
    [ Maa Maa ]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yo Ren! ~

      Esse filme é muito bom mesmo! Também adoro essa característica do estúdio Ghibli <3

      Assista Divertida Mente sim quando puder, aliás até ganhou o Oscar, mais um motivo pra ver! -q

      Nossa, eu estava louca pra assistir Star Wars, mas no fim demorei bastante pra ver, peguei a última semana no cinema - mas queria muito ver no cinema, por conta daquela magia do 3D e tal! E valeu bastante a pena.

      Te digo que esses dois últimos são muito bons, não sei se você vai curtir porque é bem revoltante, mas não deixam de ser bons.

      Também amo as plaquinhas da Shana <3

      Até! o/

      Excluir
  4. Nem acredito nisso, mas também consegui assistir Star Wars sem pegar nenhum spoiler! Tá, tudo bem que eu assisti na mesma semana de estréia (acho que lançou na quinta e domingo fui assistir), mas a gente bem sabe como a internet é escura e cheia de spoilers! HAHAHA, fiquei feliz de poder assistir tudo sem estar influenciada por nada. E junto de Rey (aquela linda), Poe foi uma ótima adição à história! Adorei o jeito dele e, claro, BB-8. Agora é esperar mais de ano pelo próximo filme, UGH.

    Nunca tinha ouvido falar desse filme "A Caça". Fiquei interessada logo que vi Mads Mikkelsen no gif, hahaha, mas a história me parece muito instigante também. Deve ser um filme até pesado de assistir, pelo o enredo que você contou, mas estou com saudades de Mads desde que fiquei órfã de Hannibal, então vou procurar assistir. :D

    "Making a Murderer" eu comecei a assistir, mas não estava me sentindo muito bem no dia e logo deixei de lado. Ainda não retomei, mas pretendo, fiquei curiosa com a história e desenvolvimento.

    Beijo, Helo!! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, é sorte conseguir assistir sem spoilers! hahahaha E isso que eu vi na última semana que estava no cinema, mas confesso que mal entrei no facebook nesse meio tempo.

      A Caça é ótimo, recomendo bastante (apesar do tema revoltante). E o ator é maravilhoso <3

      Making a Murderer é bem bom, confesso que assisti numa maratona, não conseguia parar de ver! hahahaha

      Beijo!

      Excluir
  5. Já assisti divertida mente e estou querendo ver Star Wars, mas ainda não tive chance :c
    Não conhecia A Mansão mágica mas você me deixou com vontade de assistir >< Eu sou completamente apaixonada por gatos e a história parece ser bonitinha ^u^ ♥

    Ruless

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Mansão Mágica é um ótimo filme, pra quem gosta de gatos, então! Perfeito hahahaha <3

      Excluir
  6. YOOOOOO HELO \O/ Belezura!?

    ME JULGUEM, MAS EU SÓ VI DOIS FILMES DO ESTÚDIO GHIBLI! Que foi o Castelo animado e a viagem de Chihiro. Mas, agorinha mesmo vou assistir a princesa Mononoke! Enfim, eu já tinha ouvido sobre Ponyo, mas ainda num fui procurar para saber mais, quem sabe num desses meus dias de brisagens eu assista ele para matar o tempo (ou quando eu estiver passando roupa XD).

    Por algum motivo essa parada da ratinha e do coelho e do gato me lembrou de tom e jerry '-' Enfim, eu sou dessas que ama filmes infantis! Prefiro mil e uma vezes filmes animados do que sei lá.........Essas coisas de 50 tons de sadomasoquismo, crepúsculo, guerras, histórias de vida. Não sou muito dessas paradas daí, prefiro ou filmes de fantasia, ou de super-heróis ou desenhos animados /O

    EU QUERIA TANTO VER DIVERTIDA MENTE! Mas, eu moro no interior, no meio do mato onde num tem um cineminha sequer ¬¬'''' (o único que tinha fechou e no lugar abriram uma igreja '-'). Mas, eu vou ver se consigo na internet /O (o problema é achar em boa qualidade Ç.Ç).

    Sobre os dois últimos filmes, o engraçado é que (pelo menos aqui no Brasil) quem realmente tem que ir preso acaba sendo solto ou nem sequer é preso, enquanto aqueles que são inocentes passam por um puta julgamento, são presos, cumprem a pena até o final em regime fechado e depois que saem (mesmo com a inocência comprovada) sofrem com preconceito. Mas, o engraçado é que para os verdadeiros criminosos existe regime semi-aberto e um monte de regalias! Enfim, os filmes me parecem ser bem polêmicos, aliás, eu também já vi um filme nesse estilo, porém o foco dele era mesmo nas investigações policiais, mistério e talls. Mas, as tretas aconteceram justamente por causa de uma mentira desse gênero..............O único problema é que eu tenho certeza que devem ter os supremos vida loka que se fossem assistir esse filme iriam distorcer totalmente a interpretação dele e berrariam pelos 4 quantos que pedófilos são inocentes (aliás, uns tempinhos atrás deu no jornal, acho que aqui da minha região, sobre um louco que afirmou que pedofilia era coisa do bem! ¬¬)........Enfim, acabei discursando legal aqui '-' Mas, eu tenho certeza que se eu visse um filme desses daria uma voadora na minha tv tamanha a filha da putagem que fizeram com os protagonistas!

    Sobre o livro, eu num manjo muito de leitura, mas eu já tive um professor de literatura que era tão fissurado por machado que tinha uma tatuagem dele!

    Enfim, vou ficando por aqui

    Kiss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yoooo Hina-chan!

      Eu também não cheguei a ver muitos filmes do Studio Ghibli ainda, devo ter visto uns 6 ou 7 (sendo que tem dezenas acho -q) mas todos os que eu vi, adorei. Aliás, ainda não assisti princesa Mononoke ;_;

      Lembra um pouco Tom & Jerry sim, mas no caso o gato é super do bem e é perseguido pelo coelho e pela ratinha (apesar de o gato ser mais esperto). Eu também amo filmes infantis! Amo animação de paixão. <3

      Eu também não consegui assistir Divertida Mente no cinema, infelizmente, mas esse é o tipo de filme que é até melhor ver em casa (sem criancinhas chorando na sala do cinema -q).

      Os filmes falam exatamente disso! Dessa injustiça, inclusive tem uma fala do carinha do Making a Murderer que ele fala "as pessoas pobres sempre perdem - elas perdem o tempo todo" e é exatamente esse o ponto! Se o cara tem grana, tem poder, ele pode fazer o que quiser; enquanto os reles mortais como nós não conseguimos nem uma chancezinha de ter alguma justiça. Mas também né, aí o povo chega e exagera demais, igual isso que você falou de gente que diz que pedofilia é coisa boa - tipo, cara, como assim? E é bem revoltante mesmo, tem umas horas que você fica "NÃO ACREDITO :O" em tamanha bizarrice que os caras tão falando.

      HuahuHASUHAH vida loka esse seu professor!

      Beijos! o/

      Excluir

Vai comentar, velhinho? Fico agradicida!
Mas por favor, sem spam ou xingamentos, o resto ta liberado! 8)

Alguns emoticons dywos, use sem moderação:
ಠ◡ಠ . ( ͡° ͜ʖ ͡°) . (ノ・ω・)ノ . (σ≧▽≦)σ . ツ . ¯\_(ツ)_/¯ . (╥﹏╥) . ♥ . ☻ . ✿ . ☮ . ☯ . ® . ™ . ♣ . ✌ . ♪ . ♫